Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Vivenciando a capoeira

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

- Descrever e executar movimentos da capoeira.
- Conhecer seus contextos de criação e prática.
- Identificar seus artefatos culturais (roupas, músicas e instrumentos).

Conteúdo(s) 

- Vivências corporais envolvendo a gestualidade da prática.
- As técnicas específicas.
- A origem e o percurso histórico da manifestação.

Ano(s) 
Tempo estimado 
12 aulas.
Material necessário 

Folhas de papel pardo, pincel atômico, aparelho de som, livros, revistas e computador com acesso à internet.

Desenvolvimento 
1ª etapa 

Peça aos alunos que relatem seus conhecimentos sobre a capoeira. Registre as informações em uma folha à vista de todos. Forme grupos e solicite a demonstração da gestualidade que, na opinião deles, caracteriza a prática. Após cada apresentação, estimule a elaboração de apreciações orais. Tome nota dos comentários.

2ª etapa 

Retome a lista feita na etapa anterior e, coletivamente, organize uma classificação: gestos e técnicas corporais da capoeira, informações históricas, nomes dos golpes, funções dos artefatos utilizados, músicas etc. Esses agrupamentos vão nortear o trabalho nas etapas seguintes.

3ª etapa 

Use imagens de livros, revistas e sites para mostrar gestos da capoeira da capoeira. Peça que os alunos selecionem algumas técnicas e seus respectivos nomes, registrando-os. Com base nesse roteiro, organize a vivência dos movimentos. Estimule a exploração individual e, em seguida, solicite que usem os gestos no jogo em duplas.

4ª etapa 

Retome as informações surgidas durante a primeira etapa ou apresente imagens previamente selecionadas. Discuta a forma com que os capoeiristas normalmente são representados na televisão, nos jornais e nos livros. Apresente filmes e textos com informações que possam desestabilizar eventuais representações estereotipadas sobre a prática. Solicite a elaboração de registros individuais. Cada estudante poderá explicar sua produção. Organize um mural na sala com os textos elaborados.

5ª etapa 

Organize uma roda e peça que todos cantem as canções que surgiram na primeira etapa. Caso isso não tenha ocorrido, selecione duas e cante.

6ª etapa 

Convide capoeiristas para uma entrevista. Previamente, construa um roteiro de perguntas com os alunos, atentando principalmente para os enfoques identificados na segunda etapa, mas que ainda não foram abordados. Na data agendada, eles devem fazer as questões e registrar as respostas no caderno. Sugira que todos façam uma roda de capoeira para que o convidado possa se apresentar e jogar com a turma.

Avaliação 

Divida a turma em grupos e peça que examinem o material coletado, listando as cinco principais descobertas do estudo. O grupo deverá eleger um porta-voz para relatar as escolhas. Leia os seus próprios registros em voz alta e solicite uma comparação oral entre suas posições e as dos alunos.

Flexibilização 

Alunos com deficiência física nos membros inferiores participam da roda de capoeira e cantam junto da turma. Eles devem realizar movimentos possíveis com o tronco e os membros superiores. O aluno pode, por exemplo, gingar com o tronco e abaixar para que um colega faça os giros e movimentos com as pernas. Vale colocá-lo em dupla com um colega maior, para facilitar este processo, caso o aluno com deficiência física não tenha muita mobilidade no tronco. Na etapa da entrevista, oriente o aluno a elaborar perguntas sobre os movimentos e técnicas que ele é capaz de executar. Os registros e discussões são feitos normalmente. Não esqueça de preparar os espaços da escola - a sala de aula, a quadra etc. - para permitir o acesso do aluno.

Deficiências 
Física
Créditos:
Marcos Neira
Formação:
Professor da Universidade de São Paulo (USP).
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.