Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Trajetos no bairro

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 
  • Descrever, interpretar e analisar a localização de pessoas e objetos
  • Utilizar informações e pontos de referência para escolher caminhos 
Conteúdo(s) 
  • Identificação de pontos de referência;
  • Elaboração de itinerário. 

Ano(s) 
Tempo estimado 
4 aulas
Material necessário 

Cópias de um esquema simples de quarteirões vizinhos à escola.

Desenvolvimento 
1ª etapa 
Leve os alunos para um passeio por algum local da vizinhança escolhido coletivamente. Peça que eles observem edifícios comerciais e equipamentos urbanos, como supermercado, padaria, farmácia, banca de revistas e praças. Eles devem anotar a localização de cada um para servir de referência na produção de um mapa da região.

 

2ª etapa 

Divida a turma em grupos de quatro. Entregue a representação dos quarteirões visitados e peça que os estudantes assinalem os lugares observados no trajeto. Proponha uma discussão para comparar as produções.

3ª etapa 

Crie algumas situações para que a garotada sugira caminhos:


- Pedro quer ir à biblioteca. Como ele pode chegar lá saindo da escola? Carlos sugere que ele ande três quarteirões, passando pela padaria. Júlio fala que é melhor seguir por duas quadras até a praça, virar à direita e caminhar mais duas quadras.


- Rafael convida Pedro para brincar e lhe dá a seguinte instrução: "Minha casa fica na esquina da escola. Você tem de andar três quarteirões". Em pequenos grupos - e apoiados nas indicações -, os alunos tentarão marcar os edifícios citados no mapa. Pergunte se as instruções são claras. É mais fácil chegar à biblioteca com as dicas de Carlos ou com as de Júlio, que incluem um ponto de referência (praça) e uma orientação (à direita)? Assim você gera uma reflexão sobre como as relações de orientação (para a frente, para trás, à esquerda e à direita) e a inclusão de referências contribuem para expressar com maior eficiência a indicação de um itinerário.

Avaliação 

Proponha a exploração de plantas baixas. Dê algumas pistas para que localizem um lugar no mapa e pergunte se elas são suficientes. Divida a turma em equipes. Elas devem imaginar um caminho e fornecer informações para outro grupo traçá-lo no mapa. Verifique se são usados pontos de referência e dicas de direção. Facilite a tarefa para os estudantes que apresentarem dificuldades.

Créditos:
Fonte Portal Educ.ar, do Ministério da Educação, Ciência e Tecnologia da Argentina (www.educ.ar/educar)
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.