Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Sistemas de orientação e localização: as coordenadas geográficas

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

Utilizar sistemas de coordenadas geográficas em plantas, cartas, mapas ou suportes em meio digital para localizar pessoas, objetos e lugares na superfície da Terra. Compreender a cartografia como linguagem visual, universal e não-sequencial, baseada em símbolos, códigos e convenções próprios.

Conteúdo(s) 
  • Orientação e localização.
  • Coordenadas geográficas.
Ano(s) 
Tempo estimado 
Quatro aulas.
Material necessário 

Papel quadriculado, Atlas geográfico e acesso à Biblioteca e ao Laboratório de Informática da escola.

Desenvolvimento 
1ª etapa 

Para iniciar as atividades, divida os alunos em duplas, entregue a eles folhas quadriculadas e sugira que joguem "batalha naval". Caso seja necessário, explique que o objetivo do jogo é afundar os navios do adversário. Para isso, cada jogador dispõe sua frota em um tabuleiro quadriculado e o adversário deve tentar acertá-los por meio de coordenadas alfanuméricas (coluna 1, letra B, por exemplo). Feito esse exercício inicial, converse com a turma sobre o sistema de coordenadas cartesianas adotado. Pergunte o que acharam do grau de eficiência desse sistema para localizar objetos.

Em seguida, promova uma roda de conversa sobre os sistemas de coordenadas geográficas expressos em plantas, cartas e mapas. Verifique o que os alunos já sabem sobre o assunto e, se necessário, retome noções essenciais deste sistema, como os paralelos e meridianos e suas funções primordiais. Apresente a eles materiais de geografia que utilizam sistemas de coordenadas e proponha que os alunos comparem e observem as semelhanças entre eles e a batalha naval.

2ª etapa 

Proponha aos estudantes que consultem mapas e atlas geográficos e examinem com atenção os sistemas de coordenadas geográficos anotados neles. Lance algumas questões para orientar a observação: quais são os marcos e referências deste sistema? Para quê servem? Qual é a sua importância para localizar objetos e pessoas no espaço? Em seguida, proponha atividades para o exercício com as coordenadas geográficas utilizando as medidas de latitude e longitude e referências baseadas nos pontos cardeais. Eles poderão pesquisar sobre as medidas de localização do município, da capital do estado e outras cidades do país.

Divida a moçada em pequenos grupos e peça que, utilizando o atlas geográfico, descubram a localização de cidades, rios, cadeias de montanhas, canais, linhas de fronteira e outros elementos espaciais a partir da rede de coordenadas geográficas. Cada grupo deve selecionar um ponto e desafiar os colegas a encontrá-lo.

3ª etapa 

No laboratório de informática, os estudantes podem "viajar" pela superfície da Terra a partir de sistemas de navegação como o Google Earth. Visitando determinados pontos, proponha que verifiquem sua localização precisa utilizando também o sistema de coordenadas geográficas. Do mesmo modo, podem pesquisar na internet situações como acidentes aéreos, socorro a navios em alto mar ou resgate de pessoas perdidas em florestas e descobrir qual foi a contribuição das coordenadas geográficas nesses episódios. Outra possibilidade é pesquisar o funcionamento de instrumentos de localização de alta precisão, como o GPS, e descobrir seus usos e funções na vida cotidiana. Converse com a turma sobre os resultados obtidos, destacando, ao final, que as análises sobre a espacialidade dos fenômenos não se encerram na localização de pessoas, objetos e lugares. Ao contrário, é um primeiro e importante passo para realizar análises de posição e inferir características diversas dos objetos espaciais estudados.

4ª etapa 

Para finalizar as atividades, proponha a redação de uma dissertação individual. Nela, os estudantes deverão expor elementos centrais dos sistemas de orientação e localização espacial e discutir seus usos, finalidades e importância para a vida social e a resolução de problemas e situações da prática cotidiana. Para enriquecer o trabalho, sugira a inserção de figuras, fotografias, mapas e esquemas gráficos.

Avaliação 

Leve em conta a participação de cada estudante nas tarefas individuais e coletivas. Da mesma forma, é importante verificar o domínio progressivo das noções, conceitos e habilidades ligadas à localização espacial. Na dissertação, leve em conta o modo de apresentação de discussão dos processos e visões acerca do tema, bem como a correta apresentação e utilização das bases de dados. Não se esqueça de reservar um tempo para que as turmas avaliem coletivamente o trabalho.

Créditos:
Roberto Giansanti
Formação:
geógrafo, autor de livros didáticos e consultor educacional
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.