Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Reescrita com personagem-narrador

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

- Reescrever um conto tradicional tendo um personagem como narrador.
- Trabalhar focalização (ponto de vista do narrador) e modalização (voz narrativa).

Conteúdo(s) 

 

Ano(s) 
Tempo estimado 
16 aulas
Material necessário 

Cartolinas e pincéis atômicos.
Quatro contos tradicionais que podem ser encontrados na coletânea de contos do Programa Ler e Escrever. Clique aqui para acessar o site do programa e digite na busca “Livro de Textos do Aluno”.

Desenvolvimento 
1ª etapa 

O primeiro passo é familiarizar a turma com o gênero que será trabalhado. Selecione quatro contos tradicionais para a leitura e explique a proposta: conhecer bastante as histórias para, depois, reescrever uma delas na pele de um dos personagens. Inclua na coletânea diferentes versões de um mesmo conto, privilegiando os que expandem episódios da trama ou detalhem as características de um dos personagens.

2ª etapa 

Reserve algumas aulas para ler as versões de cada conto. Discuta com os alunos aspectos que vão ajudá-los a escrever os próprios textos: Quem está contando a história? O que ele sabe sobre a vida, os pensamentos e os sentimentos dos personagens? Quais as características dos personagens? Que mudanças seriam necessárias para que um deles fosse o narrador? Essas perguntas são importantes para apresentar o conceito de focalização, o ângulo de quem conta a história.

3ª etapa 

Apoiado nas sessões de leitura, construa com a classe um painel coletivo com as características dos principais personagens. No caso de Cinderela, por exemplo, pode-se dizer que a madrasta é arrogante e maltrata a filha adotiva, que a fada madrinha é bondosa e quer ajudá-la e assim por diante. Transcreva os resultados em um cartaz e deixe-o à vista dos estudantes. Isso vai ajudá-los a escolher um personagem para contar a história e a saber quais as intenções de cada um, algo essencial para determinar a modalização (a voz narrativa) da trama.

4ª etapa 

Peça que cada um selecione um conto e um personagem como narrador, orientando a reescrita da história de acordo com as opções realizadas.

5ª etapa 

No quadro, realize a revisão coletiva do texto de um dos estudantes. Para direcionar a atenção da classe sobre a focalização e a modalização, distribua cópias do texto em computador com espaçamento duplo (o que elimina dificuldades de caligrafia e abre espaço para comentários, perguntas e reformulações por parte dos revisores). Nesse processo, enfatize os problemas discursivos do texto: deslizamento de ponto de vista (mudança de primeira para terceira pessoa), precária caracterização dos personagens ou passagens mal explicadas.

6ª etapa 

Proponha uma segunda etapa de revisão - dessa vez, em duplas, pedindo que os alunos repitam o processo que aprenderam na etapa anterior. Pode também haver correção ortográfica e de pontuação, com você circulando pela classe e discutindo com as duplas as principais modificações que devem ser feitas.

Avaliação 

Nos debates durante a leitura, na produção de texto e nos processos de revisão, verifique se cada aluno compreendeu e utilizou adequadamente os conceitos de focalização e modalização. Atenção, sobretudo, às mudanças entre a primeira e a segunda versão do texto, avaliando que pontos precisam ser reforçados por meio de novas revisões e do retorno aos textos-fonte para confirmar os recursos dos autores.

Fonte: 
Atividades adaptadas do livro Narrar por Escrito Desde un Personaje - Acercamiento de los Niños a lo Literario, de Emilia Ferreiro e Ana Siro

 

Flexibilização 
Deficiência visual com maior domínio do braile
Livros em braile ou com ilustrações em autorrelevo ou em áudio.
Deficiências 
Visual
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.