Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Questões étnico-culturais no mundo contemporâneo

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

- Identificar elementos histórico-geográficos que expliquem o desencadeamento de inúmeros conflitos étnico-culturais no mundo contemporâneo
- Conhecer os principais conflitos mundiais contemporâneos
- Localizar espacialmente a ocorrência desses conflitos

Conteúdo(s) 

 

Ano(s) 
Tempo estimado 
Seis aulas
Material necessário 

-Textos e imagens sobre o tema
- Atlas geográfico
- Computadores conectados à internet.

Este plano de aula está ligado à seguinte reportagem de VEJA:

Desenvolvimento 
1ª etapa 

Inicie a aula resgatando os conhecimentos prévios dos estudantes sobre a temática "conflitos étnico-culturais". Peça para os alunos citarem alguns exemplos e apresente a seguinte imagem:

"Ninguém nasce odiando uma pessoa por causa da cor de sua pele, da sua origem ou de sua religião. Para odiar, é preciso aprender. E, se podem aprender a odiar, as pessoas também podem aprender a amar."

Verifique os conhecimentos dos alunos perguntando: quem é o autor destas palavras e defensor dessa ideia? Que questões estão relacionadas a este fragmento de texto? O que eles sabem sobre a vida e a luta deste grande líder. Oriente-os a se organizarem em grupos de quatro ou cinco alunos e realizarem uma pesquisa sobre a trajetória de vida de Nelson Mandela. A pesquisa de responder a questões como:

- Em que país do mundo Nelson Mandela vive?
- Como foi a infância de Mandela?
- Por que ele foi o primeiro membro de sua família a frequentar escola? Em que profissão ele se formou?
- Por que Mandela sofreu muita opressão e repressão?
- Qual o principal motivo da prisão de Mandela?
- Nelson Mandela foi uma pessoa importante para os negros e para a população que vive na África do Sul? Por quê?
- Por que Mandela é considerado mundialmente como uma personalidade importante?
- Em que dia é comemorado o dia internacional de "Nelson Mandela"? Por que essa data foi escolhida?
- O que foi a política do Apartheid? Explique este conflito.

Orientes os alunos a buscarem fontes confiáveis de informação, com preferência para atlas e livros geográficos, sites de busca na internet específicos para pesquisas escolares, que dispõem de informações confiáveis, como por exemplo, a Plataforma Multimídia Britannica Escola Online. Utilize também a reportagem "MANDELA: o caminho para a liberdade", do site de Veja que apresenta uma cronologia da vida de Nelson Mandela.
Auxilie os estudantes a fazerem registros em seus cadernos, construindo um quadro-síntese das principais informações levantadas e registro dos conhecimentos adquiridos. Acompanhe cada etapa da atividade orientando-os, esclarecendo possíveis dúvidas/equívocos e mediando os debates com vistas a propiciar a construção de conhecimentos por todos os estudantes.

2ª etapa 

A partir da compreensão sobre a importância de Nelson Mandela para o fim da política do apartheid na África do Sul, proponha uma pesquisa sobre os principais conflitos étnicos no mundo hoje. Mostre aos alunos que grnade parte dos embates são motivados por questões religiosas, territoriais, políticas e culturais no mundo contemporâneo. A pesquisa de responder a questões como:

- O que são conflitos étnicos?
- Quais são os principais conflitos étnicos existentes no mundo atual?
- Onde vivem esses grupos de pessoas envolvidas nesses conflitos? Localize os territórios em representações cartográficas.
- Quais as causas que fundamentam esses conflitos?
- Quais as consequências desses conflitos para a sociedade?
- Existem possibilidades de resolução para esses conflitos? Qual seria o caminho?

Peça que os estudantes se organizem em grupos e realizem uma pesquisa em fontes diversas, como as sugeridas anteriormente, buscando compreender e explicar a problemática apresentada e outras questões que possam surgir. Destaque, dentre outros, alguns dos conflitos abaixo, e oriente cada grupo a buscar de informações sobre um deles.

- Chechênia;
- A Índia e o Paquistão na disputa pela Caxemira;
- Timor Leste;
- Conflitos na Irlanda entre Católicos e Protestantes;
- A questão basca;
- A questão entre as Coréias do Norte e do Sul;
- A Guerra no Golfo Pérsico;
- A questão balcânica;
- Os conflitos na Colômbia;
- O movimento zapatista no México;
- A questão dos Palestinos e Israelenses;
- Conflitos no Tibet.

Evidencie que imagens, formas cartográficas e documentários são importantes fontes de representação visual para facilitar a compreensão e apresentação das informações. Acompanhe e oriente cada etapa das atividades de pesquisa, esclarecendo possíveis dúvidas e mediando o debate entre os alunos, com vistas a propiciar a construção de conhecimentos significativos e propositivos sobre a temática.

Após cada grupo sistematizar as informações levantadas, solicite que organizem uma apresentação das informações obtidas e as interpretações do caso estudado. Os resultados podem ser mostrados por meio de uma exposição temática, divulgando através da exibição de posters, mostra de fotografias e documentários que expliquem e ilustrem alguns dos principais conflitos étnico-culturais presentes no mundo contemporâneo.

É importante ressaltar que todas as pessoas do mundo devem ter seus direitos respeitados, independentemente de sua fé, origem étnica, cultural ou social. E, o caminho mais justo e coerente é o da não violência, aquele que não se justifica por nenhuma moralidade, religiosidade ou código de ética, qualquer crime que se pratique contra a humanidade para reclamar seus direitos na Terra, priorizando sempre um convício de paz, e não de guerra.

Por fim, incentive o desdobramento dos debates entre os grupos em um fórum temático de discussão na internet, como o Google groups ou o Yahoo groups,para promover a troca de experiências e reflexões, apresentar sugestões, e produzir coletivamente, de forma colaborativa, novos conhecimentos a cerca do assunto estudado.

Avaliação 

Entendemos que a avaliação deve acontecer durante todo o processo e deve considerar, entre outros, a participação, o desempenho e a colaboração dos alunos em cada atividade proposta. No entanto, é relevante, após o desenvolvimento das atividades, avaliar alguns aspectos:

- Envolvimento e participação propositiva em todas as atividades propostas;
- Compreensão sobre o tema estudado.

É importante destacar ainda que o significado desta proposta didática não está no acúmulo de informações, mas nas descobertas e novos questionamentos que surgem ao longo do caminho. A partir disso, é possível avaliar a continuidade do trabalho, bem como sua reconfiguração. Observando o desenvolvimento das atividades o professor poderá, por meio da análise das discussões e dos trabalhos escritos, avaliar se o processo possibilitou aos alunos o desenvolvimento de atitudes e valores voltados para um trabalho colaborativo, que favoreça o respeito e a cooperação entre todos.

Créditos:
Suely Gomes
Formação:
Professora da Escola de Aplicação da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) em Minas Gerais
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.