Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Para entender a Guerra das Coreias

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 
  • Refletir sobre as causas e consequências do conflito entre as Coreias
  • Relacionar a Guerra da Coreia com a Guerra Fria
  • Entender a tensão que ainda existe entre os dois países
Conteúdo(s) 
 
  • Guerra Fria
  • Guerra da Coreia

Reportagem de VEJA:



 


 

Ano(s) 
Tempo estimado 
2 aulas
Material necessário 

Flexibilização

Para alunos com deficiência intelectual
Antes de iniciar a sequência didática, faça uma sondagem para saber o que a turma sabe sobre as guerras. Organize um roteiro com perguntas do tipo: por que existem guerras? O que leva a ocorrer uma guerra? De quais guerras você ouvir falar? Para os alunos com deficiência intelectual esse é o momento de expor o que já conhecem a respeito. Essa introdução ajuda também na compreensão do tema que será trabalhado durante as aulas.

Desenvolvimento 
1ª etapa 

Inicie a aula contando à turma que o assunto que será abordado diz respeito à divisão da Coreia em dois territórios, e que o objetivo é entender as causas e consequências dessa separação que persiste até hoje. Explique que você vai iniciar a aula mostrando a turma um dos fatos mais recentes e relevantes dessa história: o vídeo do noticiário sobre a morte do ditador norte-coreano Kim Jong Il.

Use a notícia como um motivador para o início das discussões. Questione a turma com perguntas como: por que há duas Coreias? Há diferenças entre elas? Quais? Deixe que os alunos se manifestem com liberdade e intervenha quando necessário. Se mencionarem a Guerra Fria como um dos fatores, sublinhe o termo no quadro - ele será explicado a seguir. Se ela não aparecer como uma das razões, informe que você vai fazer uma pequena discussão sobre o período, essencial para o entendimento do conflito coreano.

Em seguida, lembre as principais características da Guerra Fria. Ao falar sobre o tema, é provável que você diga aos alunos que na época o mundo estava polarizado entre Estados Unidos, capitalista, e União Soviética, comunista. Utilizando o link acima como apoio, questione a turma: o que essa polarização teve a ver com o conflito? 

 

2ª etapa 

Faça uma exposição sobre a Guerra da Coreia. Ressalte que este foi o primeiro conflito armado, após a Segunda Guerra Mundial, que opôs forças pró-EUA e pró-União Soviética. Para tornar a aula mais dinâmica, prepare uma apresentação em slides que traga, de maneira breve, informações sobre o conflito: quando começou, porque começou, quais eram os interesses em jogo, quais foram os principais momentos e como foi o desfecho.

Nesse último ponto, é importante ressaltar que um tratado de paz nunca foi assinado entre os dois países, apenas um cessar-fogo, o que, de certa forma, indica que ainda estão em estado de guerra.
 

3ª etapa 

Para que os estudantes entendam a permanente tensão entre Coreia do Sul e Coreia do Norte, proponha uma leitura coletiva da reportagem de Veja sobre as comemorações do aniversário do fim da Guerra da Coreia, disponível no site da revista.

Hora de explicitar as diferenças entre as formas de governo e organização da sociedade nos dois países. Conte que a Coreia do Norte vive uma ditadura comunista autocrática e hereditária ao passo que a Coreia do Sul tem uma democracia liberal. Para melhor entender essas diferenças entre as Coreias, utilize a comparação disponível no site de Veja. Estimule os alunos a associarem estas características às influências da época da Guerra Fria. Provoque a turma: que resquícios da polarização permanecem até os dias de hoje na tensão entre as duas Coreias? Destaque que o comunismo norte-coreano não é idêntico ao modelo soviético. Ao contrário do primeiro, a passagem de poder é hereditária. Informe, ainda, outras características que marcam o atual comunismo norte-coreano, como o rígido controle central da informação, o isolacionismo político-econômico e as suspeitas de desenvolvimento de armas nucleares, tidas como a principal ameaça da ditadura em relação às potências ocidentais.

Também é importante contar um pouco da realidade social da Coreia do Sul. Destaque que, apesar da liberdade e do grande desenvolvimento econômico, o país também apresenta problemas, como os sucessivos golpes de Estado e a desigualdade social típica de um país capitalista. Este é um bom momento para discutir um vídeo que talvez os alunos já tenham visto: o hit "Gangnam Style", do rapper Psy. A música ridiculariza o estilo de vida das elites sul-coreanas, particularmente dos habitantes do bairro de Gangnam, em Seul. É interessante observar também a influência da cultura ocidental sobre a juventude do país, ressaltada em elementos que aproximam o personagem do videoclipe de figuras recorrentes em músicas de rappers norte-americanos.
 

Avaliação 

Avalie a participação dos alunos nos debate e observe se compreenderam as causas e consequências da guerra entre as Coreias. Ao final das aulas, eles deverão ser capazes de relacionar o conflito com a Guerra Fria e de compreender por que ainda há tensão entre os dois países.

 
Créditos:
Wallace Andrioli
Formação:
Mestre em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e docente da EM Presidente Tancredo Neves, em Juiz de Fora, MG
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.