Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Orientação espacial

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

- Interpretar informações provenientes de uma representação do bairro
- Dar de instruções para comunicar a localização de lugares conhecidos
- Criar itinerários

Conteúdo(s) 

 

Ano(s) 
Tempo estimado 
3 aulas
Material necessário 

- Cópias da página do Guia de ruas do bairro da escola (e do bairro onde os alunos moram)
- Cópias dos problemas

Desenvolvimento 
1ª etapa 

Análise do mapa do bairro

Apresente o Guia da Cidade de São Paulo para a turma. Faça um levantamento coletivo de diferentes lugares conhecidos no bairro que os alunos considerem que estarão representados no mapa.

Organize a turma em duplas e entregue uma cópia da página do Guia para cada uma. Solicite que localizem no plano: a escola, os locais levantados coletivamente pelo grupo, suas casas e o caminho que fazem para chegar até a escola.

Depois de encontrados os pontos, peça para que construam um trajeto da escola até um ponto de referência determinado.

Flexibilização para deficiência visual
Faça dupla com o aluno e entregue a ele uma cópia ampliada da página do guia. Marque em alto-relevo (com tinta plástica) os locais levantados coletivamente pelo grupo, sua casa e a escola. Faça uma marca em formato diferente para cada local. Segure seu dedo indicador sobre o mapa e faça o trajeto de sua casa até a escola. Depois, cole barbante sobre esse trajeto e peça que ele tateie novamente o caminho.

2ª etapa 

Elaboração de itinerário por escrito 

Organize as crianças em grupos de quatro. Proponha que elaborem um itinerário para ir da escola até padaria do bairro (ou qualquer outro lugar de referência conhecido por todos) e registrem por escrito. Solicite que todos anotem as orientações do seu grupo para posterior troca com os colegas.

Troque as orientações entre os grupos e proponha que cada equipe avalie a pertinência e a suficiência das indicações fornecidas pelos participantes.

Socialize as discussões realizadas em cada grupo e registre as antecipações referentes a algumas conclusões esperadas: estabelecer pontos de referência, identificar que dependendo da posição do observador pode variar a informação, etc.

Flexibilização para deficiência visual
Delimite um trajeto com marcas no chão ou com o uso das carteiras. Utilize objetos para demarcar os locais e peça que os grupos construam os trajetos.

3ª etapa 

Atividade gráfica

Organize a turma em duplas. 

Cada criança recebe meia folha em branco para escrever instruções e uma folha com um desenho, em papel quadriculado, de um percurso que leva "dois pezinhos" até um carrinho. Na mesma folha, ao lado, há um quadriculado vazio.

Uma pessoa da dupla recebe a seguinte proposta:

A outra pessoa recebe esta outra proposta:

1ª etapa: Peça para que as crianças escrevam uma mensagem para que seu colega possa desenhar o caminho traçado para encontrar o carrinho sem olhar o desenho. Ressalte que a mensagem contenha todas as informações necessárias.

Depois que as crianças terminarem de escrever, peça para trocarem as mensagens.

2ª etapa: Agora, cada um vai desenhar no quadriculado vazio o percurso descrito pelo colega para chegar até o carrinho. 

Provavelmente a maioria das mensagens não vai conter as informações necessárias para que seja possível desenhar o percurso sem olhar para o desenho. Circule pela sala e oriente as crianças para que escrevam porque não foi possível completar o desenho. 

3ª etapa: depois que as crianças terminarem de desenhar o percurso (ou o que foi possível desenhar), proponha que se reúnam com o colega que enviou as instruções para conferir se o desenho ficou igual. 

Avaliação 

Busque identificar se a dificuldade dos alunos está na orientação ou na interpretação das informações. Verifique se são usados pontos de referência e dicas de direção.

Flexibilização 

Desenhe esse trajeto no chão, com fita crepe, e proponha a mesma atividade para ele, mas por meio da vivência corporal. Peça que relate a alguém que possa ser escriba ou grave seu texto em áudio. Oriente a família para estimulálo a conhecer os trajetos habituais.

Deficiências 
Visual
Créditos:
Priscila Monteiro
Cargo:
Consultora
Formação:
Formadora e selecionadora do Prêmio Educador Nota 10.
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.