Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Literatura na escola - 8º ano: conto de Clarice Lispector

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

Estimular o gosto pela leitura;
Desenvolver a competência leitora;
Desenvolver a sensibilidade estética, a imaginação, a criatividade e o senso crítico;
Estabelecer relações entre o lido, o vivido ou o conhecido (conhecimento de mundo);
Explorar a diferença entre o ponto de vista de um narrador em 3ª pessoa e o ponto de vista das personagens da trama narrativa;
Perceber a importância da Forma literária.

Conteúdo(s) 

Sentido literal e sentido figurado;
Paráfrase, hipótese, análise e interpretação;
Ponto de vista (ou foco) narrativo;
Forma literária.

Tempo estimado 
Cinco aulas
Material necessário 

Livro Laços de família. Clarice Lispector. Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1990.
Se possível, um computador conectado à internet. 

Desenvolvimento 
1ª etapa 

Sondagem oral 

Pergunte aos alunos se eles já ouviram falar da escritora Clarice Lispector e se conhecem alguma obra por ela publicada. Conte a eles sua interessante biografia.

Clarice Lispector - Biografia

Quando seus pais viajavam para o Brasil, como imigrantes vindos da Ucrânia, Clarice Lispector nasceu a bordo de um navio. Chegou a Maceió com dois meses de idade, com seus pais e duas irmãs. Em 1924 a família mudou-se para Recife, e Clarice passou a frequentar o grupo escolar João Barbalho. Aos oito anos, perdeu a mãe. Três anos depois, transferiu-se com seu pai e suas irmãs para o Rio de Janeiro.

Em 1939, Clarice Lispector ingressou na faculdade de Direito, formando-se em 1943. Trabalhou como redatora para a Agência Nacional e como jornalista no jornal "A Noite". Casou-se em 1943 com o diplomata Maury Gurgel Valente, com quem viveria muitos anos fora do Brasil. O casal teve dois filhos, Pedro e Paulo, este último afilhado do escritor Érico Veríssimo.

Seu primeiro romance foi publicado em 1944, "Perto do Coração Selvagem". No ano seguinte, a escritora ganhou o Prêmio Graça Aranha, da Academia Brasileira de Letras. Dois anos depois, publicou "O Lustre".

Em 1954 saiu a primeira edição francesa de "Perto do Coração Selvagem", com capa ilustrada por Henri Matisse. Em 1956, Clarice Lispector escreveu o romance "A Maçã no Escuro" e começou a colaborar com a Revista Senhor, publicando contos.
Separada de seu marido, radicou-se no Rio de Janeiro. Em 1960 publicou seu primeiro livro de contos, "Laços de Família", seguido de "A Legião Estrangeira" e de "A Paixão Segundo G. H.", considerado um marco na literatura brasileira.

Em 1967 Clarice Lispector feriu-se gravemente num incêndio em sua casa, provocado por um cigarro. Sua carreira literária prosseguiu com os contos infantis de "A Mulher que matou os Peixes", "Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres" e "Felicidade Clandestina".

Nos anos 1970 Clarice Lispector ainda publicou "Água Viva", "A Imitação da Rosa", "Via Crucis do Corpo" e "Onde Estivestes de Noite?". Reconhecida pelo público e pela crítica, em 1976 recebeu o prêmio da Fundação Cultural do Distrito Federal, pelo conjunto de sua obra.

No ano seguinte publicou "A Hora da Estrela", seu ultimo romance, que foi adaptado para o cinema, em 1985.
Clarice Lispector morreu de câncer, na véspera de seu aniversário de 57 anos.
 

 

2ª etapa 

Leitura compartilhada do conto "Uma galinha"

Leia com a turma o conto "Uma galinha" e em seguida recolha as impressões gerais. Peça aos alunos que formulem hipóteses: Por que, afinal, a família desistiu de comer a galinha? E por que, tempos depois, eles decidem comê-la? Em discussão coletiva, escolha com a turma as duas hipóteses que lhes parecerem mais pertinentes.
 

3ª etapa 

Em aula expositiva dialogada, analise o conto "Uma galinha" seguindo os procedimentos descritos abaixo.

Análise do conto "Uma galinha"

 

4ª etapa 

Releituras 
Há no site YouTube inúmeras releituras deste conto. Se possível, assista com a turma a animação de Rafael Aflalo:
http://www.youtube.com/watch?v=OFguEGJ5bww
 

Avaliação 

Depois de lidos os outros contos do livro, peça, como lição de casa, que cada aluno escolha o conto de sua preferência e formule, para ele, uma questão norteadora e uma hipótese interpretativa.

Créditos:
Helena Weisz
Cargo:
Consultoria
Formação:
Mestre em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo (USP).
Créditos:
Regiane Magalhães Boainain
Formação:
Mestre em Literatura e Crítica Literária pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC- SP).
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.