Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


A importância da energia elétrica

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

- Identificar equipamentos que proporcionam conforto graças à energia elétrica.
- Entender o que faz uma lâmpada acender.
- Conhecer a importância da energia elétrica na nossa cultura.

Conteúdo(s) 

 

 

Ano(s) 
Tempo estimado 
Oito a dez aulas.
Material necessário 

Lâmpadas de 1,5 ou 2,5 volts, fios, pilhas grandes (D), alguns pedaços de esponja de aço, alfinete, fita-crepe e sites que sirvam de consulta para pesquisa dos alunos.

Desenvolvimento 
1ª etapa 

Para trabalhar com um aluno com deficiência visual, caso ele não consiga perceber a luz, amplie o objetivo para que a sinta com o calor emitido por uma lâmpada (quente) acesa. Na 1ª etapa, encaminhe uma atividade complementar para ser feita em casa: identificar quais aparelhos alimentados por energia elétrica sua família utiliza. Em classe, peça que ele relate os resultados dessa pesquisa.
Na segunda etapa, no momento da pesquisa, peça que o colega de dupla leia o material para ele. O estudante com deficiência pode ampliá-la junto ao AEE e gravar seu registro para apresentar à turma.
Na terceira etapa, o aluno com deficiência precisa manusear tudo aquilo que é observado visualmente pelos demais. Instrua o restante da turma a colaborar.
Na quarta etapa, verifique as condições de segurança para a participação do aluno com deficiência, uma vez que ele terá de lidar com objetos metálicos e quentes. Se necessário, faça dupla com ele.
Na avaliação, o aluno pode trabalhar com o gravador como instrumento de registro ou fazer uso da escrita em braile.

Organize a turma em equipes de quatro alunos e peça que cada uma liste nomes de aparelhos que funcionam com energia elétrica. Em seguida, peça que as crianças circulem os aparelhos que proporcionam conforto às pessoas e que sublinhem aqueles que elas consideram imprescindíveis - ou seja, sem os quais a gente não conseguiria viver. Estabeleça um tempo para que os grupos compartilhem suas discussões. É esperado que os estudantes citem uma grande variedade de aparelhos que proporcionam conforto e segurança. E que concluam que seria muito difícil viver sem energia elétrica. Registre as principais ideias levantadas pela garotada.

2ª etapa 

Agora, os alunos devem ser organizados em duplas ou trios para fazer uma pesquisa sobre artefatos do cotidiano, como lâmpada elétrica, chuveiro, geladeira e ferro de passar roupa. Se a escola tiver biblioteca, faça uma seleção de material disponível para consulta. Caso contrário, peça que as crianças tragam material de casa e façam a pesquisa em sala de aula. Escreva no quadro um roteiro para auxiliar os alunos quanto aos objetivos da atividade: "Que objeto é esse? Quem o inventou? Quando? Como as pessoas viviam sem ele antes de sua invenção? Quais são as vantagens e desvantagens desse objeto para a sociedade?". Combine com os estudantes como o registro da pesquisa será feito. Você pode pedir um texto expositivo, uma tabela ou uma lista de informações, entre outras possibilidades. Uma dica: escolha um objeto e faça um registro coletivo que sirva de modelo. Ao final da pesquisa, crie condições para que eles compartilhem as informações que aprenderam no estudo.

3ª etapa 

A essa altura, os alunos já perceberam a importância dos objetos que funcionam com energia elétrica. Agora, é o momento de aprofundar o estudo sobre o caminho da corrente elétrica - ou seja, como uma lâmpada acende. Organize a turma em equipes de quatro crianças e entregue uma lâmpada incandescente (2,5 volts) para cada grupo. Em seguida, pergunte: "O que é necessário para fazêla acender?". Peça que registrem suas hipóteses com desenho ou por escrito. Depois, distribua o restante do material (uma pilha grande, de 1,5 volt, e dois pedaços de fio. Solicite que os alunos registrem a montagem no caderno por meio de desenho, identificando o gerador de energia (pilha), o fio condutor, a resistência elétrica (filamento da lâmpada) e o caminho percorrido pela corrente elétrica. Quando está fechado, o circuito permite a passagem da corrente, fazendo a lâmpada acender. Quando aberto, não há passagem de corrente e a lâmpada não funciona.

ilustração sobre energia elétrica
 
4ª etapa 

Para entender o funcionamento da lâmpada, é preciso observar seu filamento. Separe os seguintes materiais para cada equipe: duas pilhas grandes (D), um pedaço de esponja de aço, um alfinete, fita-crepe e fio de telefone. Explique aos alunos que eles farão um experimento para entender como é produzido o brilho de uma lâmpada incandescente. Oriente-os a juntar as duas pilhas (polo positivo de uma em contato com o negativo da outra) e passar fita-crepe para uni-las. Em seguida, peça que prendam o alfinete em uma das extremidades do fio. O próximo passo é fechar o circuito, ou seja, encostar uma extremidade do fio no polo negativo e o alfinete no positivo (como na ilustração a seguir).

Incentive os estudantes a prever o resultado: "O que vai acontecer com o alfinete?". A previsão pode ser feita oralmente ou por escrito. Em seguida, realize o procedimento. Peça que as crianças contem mais ou menos 10 segundos e desfaçam o circuito. Elas devem relatar o que aconteceu e registrar no caderno. Oriente-as, então, a prender um pedacinho da esponja de aço em uma das extremidades do fio. Depois, solicite que encostem a extremidade livre do fio em um dos polos das pilhas e o pedacinho de esponja de aço no outro. De novo, os alunos deverão relatar o resultado e registrá-lo. No primeiro procedimento, é esperado que o alfinete fique quente quando os alunos fecharem o circuito (sinal de que a corrente elétrica está passando por ele). No segundo, o pedaço de esponja de aço ficará avermelhado, podendo até pegar fogo (outro indicativo de passagem de corrente elétrica). Conclusão: a passagem de corrente é responsável pelo aquecimento tanto do alfinete quanto da esponja de aço. É isso o que ocorre também com o filamento da lâmpada. Se os alunos perguntarem por que o filamento não pega fogo, permita que eles levantem suas hipóteses antes de esclarecer a dúvida. O bulbo da lâmpada (vidro) é lacrado de modo a não existir ar em seu interior. Assim, o filamento não pega fogo, mesmo ficando bem quente. Muito importante: deixe claro para os alunos que eles não devem tocar no alfinete ou na esponja de aço durante as experiências, pois ambos ficarão aquecidos por alguns segundos. Se preferir, faça a atividade coletivamente, de modo que os estudantes não precisem manipular o material.

Avaliação 

Peça às crianças que desenhem uma lâmpada, indicando os seus principais componentes, e que expliquem o caminho da corrente elétrica. O resultado do trabalho de pesquisa também pode ser avaliado.

Autor Nova Escola
Créditos:
Elaine Peres Ávila
Formação:
Professora de Ciências da Escola Projeto Vida, em São Paulo.

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.