Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Gênero expositivo: produzindo um mural de animais em extinção

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 
  • Familiarizar-se com o gênero expositivo.
  • Aprender procedimentos de revisão.
  • Reconhecer as características de fichas técnicas e produzi-las para um mural a ser exibido na escola.
Conteúdo(s) 
  • Produção textual (textos informativos).
  • Procedimentos de pesquisa.
  • Revisão.
Ano(s) 
Tempo estimado 
Três meses.
Material necessário 

Enciclopédias e revistas de informação, tesoura, cola, cartolina, canetinhas e papéis.

Desenvolvimento 
1ª etapa 

Inicie o trabalho convidando a turma a pesquisar informações sobre animais em extinção e a compartilhar o que descobrirem com a comunidade escolar e com as famílias, organizando um mural informativo. Explique que o desafio é organizar as informações em fichas técnicas.

2ª etapa 

Para que os estudantes escrevam um texto informativo, eles precisam antes consultar bons modelos para se familiarizar com o gênero e com suas particularidades. Aborde esses aspectos pedindo que eles tragam de casa livros, fotos e reportagens que julguem interessantes sobre animais em extinção. Amplie esse acervo agregando ao material providenciado por eles enciclopédias, livros, revistas e sites que contenham informações sobre o assunto, cuidando para que fichas técnicas apareçam também, pois elas serão uma referência para o trabalho da turma.

3ª etapa 

Organize situações de leitura,conversando com a garotada sobre como os textos estão organizados, quais tipos de informação eles trazem, de que modo os dados são descritos e quais são os termos mais recorrentes.

4ª etapa 

Depois da familiarização com os materiais, é hora de se debruçar sobre eles para selecionar informações. Divida a garotada em grupos e distribua os materiais para pesquisa. Aborde a importância de procedimentos como busca, seleção e anotação das informações relevantes, rediscutindoos até que o resultado da pesquisa seja considerado satisfatório.

5ª etapa 

É hora de usar as informações levantadas pelo grupo para a elaboração das fichas técnicas. Para isso, preveja momentos de escrita tanto em grupo como individualmente e cuide para manter bons modelos ao alcance das crianças. A comparação e a referência a exemplos de fichas técnicas, assim como o retorno aos textos para recuperar e ampliar as informações, são sempre válidas.

6ª etapa 

Organize uma ou mais sessões de revisão coletiva para que sirvam de modelo para a atuação futura dos estudantes com todas as fichas produzidas. Destaque todos os aspectos que precisam ser revisados: organização da linguagem, ortografia, qualidade e validade das informações.

7ª etapa 

É hora de a turma revisar o texto e a estrutura das fichas técnicas. Divida as crianças em duplas e distribua o material. Circule pela sala a fim de orientar os alunos e apontar possíveis equívocos, questionando as decisões deles.

8ª etapa 

Apresente as imagens de murais para servirem de exemplo a fim de que a garotada saiba como montar um. Alerte para a necessidade de ilustrações, título e o tamanho das letras das fichas para favorecer a leitura, tendo sempre em vista as especificidades do público.

9ª etapa 

Oriente os alunos para ilustrarem todas as fichas. Recorra ao material consultado nas etapas anteriores para que as crianças usem as fotos como referência e modelo. Por fim, reúna o material e, com auxílio das crianças, organize o mural.

Produto final 
Mural de fichas técnicas sobre animais em extinção.

Avaliação 

Durante todo o projeto, avalie, nas falas e nas produções das crianças, se elas conseguiram obter informações corretas e suficientes em tabelas e esquemas, transpondo-as adequadamente para o mural. É importante também analisar como se deu o processo de revisão: é esperado que os estudantes tenham se apropriado do vocabulário aprendido durante a pesquisa e que organizem as informações sobre os animais em fichas técnicas seguindo os exemplos consultados.

Flexibilização 

Expor cartazes na sala ajuda a explicar ao aluno com deficiência auditiva o que é animal em extinção. Para a produção do texto informativo, faça um esquema prévio com seu aluno surdo a respeito do tema e, se necessário, estenda o tempo da atividade, para que ele finalize a escrita do texto em casa. Na divisão dos grupos, coloque o aluno com deficiência auditiva junto de crianças que se concentrem mais facilmente. A colaboração dos colegas é importantíssima para que o grupo tenha resultados satisfatórios e para esclarecer as possíveis dúvidas do colega com deficiência. No momento de fazer a ficha técnica é fundamental mostrar outras fichas para exemplificar. Faça, também, a comparação com outros tipos de texto a partir da leitura feita em conjunto com os alunos. Anote no quadro todas as observações resultantes da conversa em sala. Se necessário, use um intérprete de libras. Para a montagem do mural, mais uma vez, mostre exemplos e sugira boas formas de organizar as fichas e demais produções. Ao final, avalie se o aluno conseguiu obter informações corretas e se acompanhou o projeto junto do grupo.

Flexibilização para deficiência auditiva

Anexe cartazes na sala de aula ampliando para o aluno e para o grupo conhecimentos sobre o tema.

Peça auxílio do AEE para que, antecipadamente, conte ao aluno, utilizando a linguagem de libras, as informações dos textos. Em classe, o professor deve sempre falar de frente para o aluno e vale uma explicação individual sobre a ficha. Um exemplo dela também pode ficar anexado na parede da sala de aula. 

Priorize grupos menores para facilitar a participação do aluno.

Caso o aluno ainda não seja alfabético, ele poderá fazer a revisão dos nomes dos animais em cada texto, tendo em mãos fichas com os nomes escritos e uma figura do animal ao lado.

Deficiências 
Auditiva
Autor Nova Escola
Créditos:
Beatriz Gouveia e Débora Rana
Formação:
Formadoras de professores do Instituto Avisa Lá, em São Paulo, SP
Créditos:
Flexibilização por Angélica Arroio de Souza
Formação:
Coordenadora da EMEF Professor Odinir Magnani, em Tupã, São Paulo
Créditos:
Maria Regina Bonfim Cescon
Formação:
Professora da Sala de Recursos da EMEF Prof. Odinir Magnani

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.