Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Exposição oral sobre os "porquês" da digestão humana

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

- Pesquisar informações com base na leitura de textos informativos.
- Elaborar registros informativos.
- Identificar os órgãos do sistema digestório reconhecendo sua importância para o corpo humano.
- Estabelecer relações entre o funcionamento do sistema digestório e alguns dos efeitos decorrentes do processo de digestão, tais como: salivação, sensação de fome, produção e eliminação de gases, por exemplo.
- Utilizar procedimentos e capacidades leitoras envolvidas no ler para estudar.
- Utilizar a linguagem oral em situações de exposição oral pública

Conteúdo(s) 

- Escuta e produção oral.
- Leitura e escrita

Ano(s) 
Tempo estimado 
29 aulas
Material necessário 

Livros de Ciências, enciclopédias, revistas, cartolina, papéis.

Desenvolvimento 
1ª etapa 

A apresentação do projeto pode partir de uma roda de conversa sobre o tema e a forma como o mesmo será apresentado: por exposição oral. Compartilhe com as crianças o trabalho a ser desenvolvido, informe-as que durante algumas aulas elas pesquisarão sobre alguns fenômenos relacionados ao processo digestório e que apresentarão suas descobertas para um público escolhido por eles (pais, crianças de outras turmas, outros membros da comunidade escolar, etc). Se possível, apresente aos alunos "O livro dos porquês" editado pela Companhia das Letrinhas. A obra reúne vários artigos de divulgação científica publicados na revista "Ciência Hoje das Crianças", abrangendo alguns temas relacionados a conhecimentos científicos.
Converse com a turma sobre o tema a ser estudado: o que sabem sobre sistema digestório? E alimentação saudável? Deixe que apresentem suas hipóteses sobre esses conteúdos. Por ser um assunto do qual os alunos têm muitas informações veiculadas pela mídia, é provável que boa parte da turma possua conhecimentos sobre algumas práticas de alimentação recomendadas para garantir boa saúde. No entanto, talvez poucos deles tenham informações pertinentes sobre os órgãos que fazem parte da digestão suas funções em cada uma das etapas do processo de aproveitamento dos alimentos.
Nessa etapa inicial, é importante sensibilizar o grupo para o tema a ser estudado, ressaltando que o objetivo do projeto é que os alunos aprendam a ler e a estudar sobre um determinado assunto para apresentá-lo oralmente para um grupo de pessoas. Alimentação saudável e digestão serão apenas os temas que serão trabalhados nas pesquisas realizadas pelos alunos. No caso desse projeto, é interessante que os alunos possam ler e compreender diferentes textos informativos sobre o assunto para que sejam capazes de reorganizar as informações obtidas adequadamente, expondo-as oralmente para um público específico.

2ª etapa 

Retome a conversa sobre o que os alunos já sabem sobre digestão e pergunte a eles se já ouviram falar sobre os processos químico e mecânico que envolvem o aproveitamento dos alimentos em nosso corpo e se já leram algum material sobre o assunto. Ao serem convidadas para organizar uma exposição para outras pessoas, as crianças serão estimuladas a estudar mais a digestão, procurando selecionar o que irão apresentar sobre o tema escolhido. Se quiser, faça um cartaz expondo algumas respostas da turma para as perguntas: O que sabemos sobre digestão? O que precisamos saber mais para informar as outras crianças? Não interfira nas respostas nesse momento. O objetivo é voltar ao cartaz ao final do projeto. Deixe-o exposto no mural da sala para que essas perguntas sejam retomadas e aprimoradas ao longo do projeto.

3ª etapa 

Comece a aula questionando aos alunos: Por que temos que comer? Deixe que as crianças apresentem suas hipóteses e registre-as no quadro. Em seguida pergunte a elas onde podemos procurar informações que possam responder a essa pergunta.
Apresente os materiais informativos (verbetes de enciclopédias - virtuais e impressas, artigos de divulgação científica, textos informativos diversos, reportagens, sites previamente selecionados que contenham ou não informações referentes à pergunta apresentada) e fale com os alunos sobre as diferentes fontes de consulta para uma pesquisa e sobre como é possível identificar aquelas que são ou não confiáveis.
Organize os alunos em grupos e distribua os diferentes materiais selecionados por você. Proponha à turma que identifique quais deles possuem informações que respondem a pergunta "Por que temos que comer?" . Oriente-os para que copiem os trechos pertinentes dos textos ou tomem notas, reescrevendo a informação lida com suas próprias palavras. Ao final do registro, peça que escrevam também o nome dos livros dos quais foram retiradas as informações.
Em seguida, proponha a cada grupo que apresente aos demais as informações coletadas. Organize os dados em uma lista de notas coletivas e peça a todos os alunos que copiem o mesmo em seu caderno.

4ª etapa 

Prepare uma exposição oral sobre o tema "alimentação". Se quiser, convide um especialista, um médico ou nutricionista, para que faça uma exposição para seus alunos. De qualquer forma, lembre-se que nessa aula, o expositor deve atuar como modelo para que as crianças possam observar elementos utilizados e empregá-los no momento da sua apresentação.
Após a exposição do tema, questione a turma sobre os recursos visuais empregados pelo expositor (cartazes, slides), a postura corporal (relação com a platéia), o tom de voz empregado, o domínio apresentado sobre o tema e o preparo feito anteriormente para esse momento.
Informe aos alunos que eles deverão atentar para essas questões durante a exposição oral que farão sobre o tema estudado e proponha que registrem tudo que precisam pensar para organizar uma exposição oral. Retome o destinatário da apresentação: qual será o público ouvinte e como devemos nos dirigir a ele?
Esclareça aos estudantes que o papel do expositor-especialista é o de transmitir as informações nas melhores condições possíveis, envolvendo os ouvintes e mantendo sua atenção durante toda a apresentação. Para isso, é necessário:
1.Apresentar os participantes da exposição e o tema;
2.Apresentar os subtemas da pesquisa, relacionando-os às imagens e demais recursos expostos;
3.Estar seguro quanto às informações pesquisadas;
4.Falar em um tom de voz adequado, pausada e articuladamente, utilizando entonação;
5.Estar atento ao auditório, fazendo perguntas e mantendo contato visual;
6.Realizar um fechamento do tema, apresentando as conclusões da pesquisa, quando necessário.

Organize, em um cartaz, uma lista de orientações de acordo com as ideias levantadas por seus alunos. Durante a conversa, estimule-os a pensar em todos os aspectos a serem considerados, fazendo perguntas que os ajudem a simular a situação real da exposição. Deixe a lista fixada no mural para ser retomada mais adiante.

5ª etapa 

Informe o grupo que a partir dessa aula todos farão um trabalho de pesquisa sobre um fenômeno relacionado à digestão, procurando responder a algumas perguntas: Por que salivamos diante de uma comida apetitosa? Por que engasgamos? Por que soltamos pum? Por que nosso estômago ronca quando temos fome? Por que arrotamos?
Informe à sala que durante esse trabalho, eles deverão buscar as respostas às perguntas listadas em fontes confiáveis, tais como: enciclopédias impressas e virtuais, sites de instituições de pesquisa, revistas especializadas impressas e eletrônicas, vídeos. Para isso, antes dessa aula, faça uma visita à biblioteca da escola e levante o acervo existente: livros didáticos de Ciências, enciclopédias diversas e investigue se há material de pesquisa suficiente para todos os grupos.
Procure não separar o material previamente. É fundamental que eles possam vivenciar o procedimento de busca de um tema, pensando na área em que o mesmo se localiza, a página, o título etc.
Espera-se que os alunos percebam a importância da consulta aos índices, temas e subtemas no trabalho de pesquisa, retomando o que aprenderam durante a leitura e pesquisa realizada anteriormente (3a etapa).
Procure garantir que todos os grupos tenham materiais de pesquisa disponíveis.
De posse dessas fontes, organize os grupos para que façam a leitura dos textos e registrem as anotações em uma ficha de pesquisa. Peça-lhes que tomem notas de todas as informações que julgam pertinentes e que apresentam alguma relação com o conteúdo trabalhado.
Organize os alunos conforme as diferentes competências e procure formar grupos mistos com relação ao gênero também (meninos e meninas). Planeje anteriormente os critérios para formação das equipes. Lembre-se que esses estudantes estarão juntos durante muitas aulas. Quanto mais colaborativo for esse agrupamento, melhores serão os resultados do trabalho realizado.
Informe que cada um dos grupos será responsável pela pesquisa de um dos temas selecionados pela classe. Distribua os assuntos entre as equipes. Se quiser, faça um sorteio. Informe aos alunos que antes de eles coletarem dados será necessário planejar cuidadosamente a atividade. É importante ressaltar que um dos objetivos do projeto é colocar a leitura a serviço da aprendizagem de um tema e do procedimento de ler para estudar. Portanto, todas as atividades de pesquisa propostas serão realizadas em sala de aula, para que o professor possa planejar e acompanhar situações didáticas que contemplem esses objetivos.
Passe pelos grupos e oriente-os em relação às possíveis dificuldades de localizar informações. Caso seja necessário, ajude-os a decidir entre o que pode ser mais relevante. Peça-lhes que leiam os subtítulos para se apropriar do texto todo r se certifique de que estão fazendo anotações pertinentes ao tema.
Procure valorizar também os materiais trazidos pelos alunos, incluindo nos grupos essas sugestões. É fundamental para a formação da postura de estudante o comportamento leitor de buscar informações em várias fontes.
Observe os grupos, verificando se todos estão cooperando e se a tarefa de pesquisa não se tornou exaustiva.
Ao final dessa etapa, recolha as fichas de pesquisa para analisar o trabalho realizado até o momento.

6ª etapa 

Retome o trabalho de pesquisa que foi realizado até o momento e informe aos alunos sobre a necessidade de organizar as informações coletadas para apresentá-las aos ouvintes da exposição oral.
Diga a eles que existem várias formas de apresentar os resultados de um estudo: por meio de gráficos, tabelas, de tópicos por numeração etc. Uma dessas formas, a tomada de notas, vem sendo utilizada por eles nas fichas de pesquisa preenchidas até esse momento do projeto. Mas, de que forma eles poderão tornar os dados coletados também acessíveis ao público ouvinte da exposição oral?
Para ajudá-los na síntese das informações coletadas até o momento, sugira aos grupos que organizem esquemas de apoio para a exposição que irão fazer com base nas fichas de pesquisa preenchidas. Informe a eles que esquemas são registros gráficos (com apelo visual forte) dos principais pontos de um determinado conteúdo. Comente que não existem normas para a elaboração dos mesmos, o mais importante é que eles sejam úteis para quem os produziu e que permitam a recuperação das principais ideias com uma simples visualização, ou seja, o autor do esquema é quem deve definir o melhor formato. Apresente à turma alguns modelos como o esquema gráfico por tópicos, por exemplo. Nele, as ideias reduzidas devem estar dispostas logicamente, segundo seus relacionamentos no texto. Pode-se usar setas, círculos, quadros etc.
Para ajudá-los na elaboração desse tipo de recurso, selecione um trecho de um dos textos lidos sobre a necessidade de alimentação (3a etapa do projeto) e faça o esquema coletivamente. Se possível, reproduza o percurso realizado pelos grupos: leitura do texto, levantamento de subtemas, perguntas e esquema.
Providencie cópias para todos os alunos ou projete o texto.
Faça a leitura em voz alta e proponha o levantamento dos subtemas que aparecem no texto e das perguntas que são respondidas por cada um dos parágrafos.
Com base no modelo oferecido na aula anterior, proponha aos grupos que organizem esquemas em gráficos por tópicos a partir de suas fichas de pesquisa. Peça-lhes que indiquem com um asterisco (*) os subtemas para os quais utilizarão algum recurso visual como apoio (imagem/objeto).
É possível que os alunos tenham dificuldades em estabelecer relações entre os subtemas. Por isso, antes de propor essa atividade, leia as fichas de pesquisa de cada grupo e procure antecipar possíveis dúvidas que os grupos poderão apresentar, pensando em diferentes formas de organizar os dados coletados em esquemas.
Ao final da atividade, recolha os esquemas produzidos para devolvê-los posteriormente.

7ª etapa 

Entregue os esquemas feitos pelos alunos proponha a eles uma auto-avaliação do trabalho a partir de perguntas do tipo:
1.O texto está adequado ao seu objetivo? Ou seja, o esquema orienta a apresentação sobre o tema estudado?
2.As palavras usadas funcionam como lembretes para a memória?
3.O texto está adequado aos espectadores? (Clareza da informação correta)
4.O esquema apresenta as principais ideias, das fontes pesquisadas, sobre o tema de estudo?
5.Há indicações no esquema do momento em que os cartazes e outros exemplos (imagens e objetos) devem se apresentados?
Com base nessas questões, peça aos grupos que retomem suas anotações e reorganizem seus esquemas, deixando-os mais adequados a orientar a exposição oral.

8ª etapa 

De posse das informações coletadas e com base no esquema criado pelos grupos, os alunos deverão pesquisar imagens/ objetos que representem os temas estudados por seus grupos. Para isso, eles podem retomar e materiais impressos consultados, verificando a possibilidade de reproduzir as imagens coletadas (xérox, impressão).
Oriente-os para que a seleção iconográfica seja pertinente, ou seja, as imagens devem ser escolhidas com base na representatividade do tema e na qualidade estética. Se for possível, proponha uma parceria com a área de Arte nessa etapa do projeto.
Informe aos alunos que as imagens também podem apoiar a exposição oral e que podem integrar os cartazes e slides que contém os roteiros. Caso seja necessário, os grupos poderão acrescentar as imagens aos materiais que serão utilizados durante a exposição.

9ª etapa 

Retome o cartaz com as dicas necessárias para organizar uma exposição oral (4a etapa) e informe aos estudantes que com base nessas anotações eles deverão preparar o material necessário para a apresentação.
Peça a um representante do grupo que fique responsável por anotar em um papel com o tema da equipe os materiais que precisarão para a apresentação: cartazes, folhas, cola etc., para que você possa providenciá-los ou organiza-los para trazê-los.
Ajude-os na preparação dos cartazes/slides que poderão conter os esquemas com as palavras-chave, ilustrações e nomes dos componentes. Forneça algumas orientações para que os alunos possam realizar a tarefa de modo satisfatório, informando os cuidados que deverão ter na organização desse material:
- Clareza e legibilidade do texto;
- Hierarquia entre títulos e subtítulos;
- Nome dos integrantes da equipe em menor destaque, pois o cartaz/slide deve focar o conteúdo a ser transmitido.
Cuide da revisão ortográfica para que esses materiais não apresentem erros porque eles serão publicados, ou seja, apresentados à comunidade escolar.
Oriente os alunos para que dividam as falas entre os membros da equipe. Estabeleça um tempo para que retomem os textos-fonte e estudem tanto as fichas de pesquisa como os esquemas. Se acharem necessário, nesse momento as equipes poderão alterar esses materiais para que possam servir de apoio no momento da fala.

Caso a escola tenha laboratório com microcomputadores disponíveis, os alunos poderão utilizar os softwares específicos para organização de slides para fazer os seus registros.

10ª etapa 

Nessa aula, os grupos farão a exposição oral para que os colegas possam assisti-los e avaliá-los. Os demais alunos assistirão as apresentações, fazendo anotações para depois comentá-las com os colegas.
Explique que eles poderão dar sugestões para que os grupos melhorem as apresentações. Oriente-os a observarem os seguintes aspectos:
1.Os alunos falam numa intensidade em que todos podem ouvir?
2.Falam pausadamente, de forma compreensível (nem rápido, nem muito devagar)?
3.Explicam as informações pesquisadas com clareza e segurança (demonstram domínio do tema de pesquisa)?
4.Utilizam linguagem adequada, empregando corretamente os termos próprios do tema?
5.Evitam realizar a leitura corrida do esquema no cartaz?
6.Mantém a postura corporal adequada, olhando para a plateia e apontando objetos e imagens, quando necessário?

Para que os ensaios sejam produtivos, procure realizá-los em dias alternados, programando uma média de quatro apresentações por dia.
Faça também suas considerações no momento da avaliação dos grupos e tome notas das observações feitas pelos alunos que julgar relevantes. Providencie cópias desse material para que cada equipe possa consultá-lo e, com base nele, rever sua exposição.

Informe aos grupos que haverá uma nova rodada de ensaios na qual eles poderão corrigir os problemas apresentados nesse momento.
Na semana seguinte, retome as anotações das avaliações de cada equipe e promova uma nova rodada de ensaios, seguindo as mesmas orientações das aulas anteriores. Observe se os grupos conseguiram corrigir os problemas apontados por você e pelos colegas na primeira avaliação. Relembre a data da exposição e informe-lhes que terão até esse dia para ensaiar em outros momentos e preparar-se cada vez melhor para a exposição oral.

11ª etapa 

Oriente a sala para a preparação do local de exposição. Divida os ambientes conforme os temas e peça que os alunos distribuam os cartazes, imagens e objetos nos espaços adequados.
Se for possível, peça ajuda aos pais e outros professores na hora de fazer a ambientação do espaço. Não esqueça de envolver também todos os alunos da sala. É fundamental que o ambiente retrate a produção dos alunos de acordo com todas as etapas do projeto.
Para facilitar o trabalho, organize as tarefas (fixar cartazes, organizar as mesas, fixar as imagens e suas legendas, deixar um espaço para a circulação de pessoas entre os temas) e distribua entre os alunos, formando equipes conforme as aptidões individuais. Se quiser, peça que cada grupo cuide da decoração do seu espaço.

12ª etapa 

Convide o público ouvinte para assistir a exposição oral na data marcada. Organize os grupos no espaço e retome as orientações dadas durante o projeto. Confira se há todas as condições necessárias para as apresentações e convide os ouvintes, passeando entre os espaços e aproximando-se dos grupos conforme os temas de interesse, no caso de uma exposição simultânea. Se achar mais pertinente, organize
os grupos para que cada equipe apresente seu trabalho para todos os visitantes.
Informe aos ouvintes que eles deverão atentar a toda a exposição sem interromper os alunos, pois, ao final, os estudantes abrirão espaço para perguntas.
Durante a apresentação, procure não fazer intervenções, mesmo que os alunos esqueçam-se de expor conteúdos importantes. Nesse momento, é fundamental que eles possam sentir-se seguros para tratar do tema diante da plateia.

Avaliação 

Conduza uma conversa com o grupo, pedindo aos alunos que avaliem todo o processo, comentando:
1.Suas impressões sobre o trabalho (o que achou do projeto, etapas favoritas, dificuldades, facilidades);
2.Sua participação nas etapas de pesquisa e registro (envolvimento, divisão de responsabilidades);
3.Envolvimento com o grupo (parcerias produtivas, dificuldades);
4.Participação dos colegas;
5.Suas aprendizagens (retome o cartaz com as perguntas levantadas por eles no início do projeto e avalie se as mesmas foram respondidas).
Deixe que as crianças exponham livremente, cuidando para que sejam respeitosos ao falar dos colegas e do processo.
Por fim, faça sua avaliação geral, comentando suas impressões sobre o percurso e as aprendizagens obtidas e percebidas por você ao longo do projeto.

Produto final
Apresentação de um seminário sobre os porquês da digestão humana.

Autor Nova Escola
Créditos:
Denise Guilherme
Formação:
assessora pedagógica de formação de professores de redes municipais de educação

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.