Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Desenho animado: quando as imagens ganham vida

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

- Entrar em contato com o processo de criação de um estudio de animação de desenhos;
- Experimentar estratégias de ilusão visual de movimento com base na criação de aparelhos ópticos;
- Reconhecer a trajetória de um brasileiro que faz um trabalho de repercussão mundial.

Conteúdo(s) 

- Procedimentos de cinema de animação;
- A animação como arte sequencial.

Ano(s) 
Tempo estimado 
Três aulas.
Material necessário 

Reportagem de VEJA:

Computador com datashow (ou outra forma de apresentação de imagens coloridas); lápis grafite; cadernos tipo "bloco de anotações" individuais, com aproximadamente 5x12 cm e 50 folhas; folhas sulfite; lápis coloridos; caneta preta; lápis de cor; elásticos; furador; cartolina branca; cópias da reportagem "O rei do Rio", publicada em VEJA.

Desenvolvimento 
1ª etapa 

Inicie a aula exibindo o trailer de um dos filmes dirigidos pelo brasileiro Carlos Saldanha no estúdio Blue Sky: A Era do Gelo 4: Deriva Continental.

Pergunte aos alunos se eles reconhecem o personagem principal da história. Questione se lembram dele de outro desenho de animação. Provavelmente vão citar a série de filmes "Era do gelo", exibida nos cinemas nos últimos anos.

Organize a classe em grupos de quatro alunos e entregue a cada grupo uma cópia da reportagem O rei do Rio, publicada em VEJA.

Peça para que leiam o texto e procurem as seguintes informações:
1- Qual o nome e nacionalidade do diretor de Era do Gelo 3?
2- Onde se passa seu próximo longa-metragem e quem são os personagens principais?
3- Qual é o animal e o nome do personagem mais famoso criado por Saldanha?

Após uma leitura coletiva das respostas, pergunte aos alunos se conseguem imaginar o trabalho que dá criar um filme de animação. Mostre um breve making off de um dos filmes da série Era do Gelo. Reitere a complexidade que envolve a produção de um longa de animação com a qualidade dos produzidos pelo estúdio Blue Sky.

Conte aos estudantes que, nas próximas aulas, eles vão experimentar algumas técnicas caseiras de animação e criação de aparelhos de ilusão de óptica.

2ª etapa 

Inicie a aula apresentando aos estudantes alguns trabalhos de flip book disponíveis no youtube (As referências podem ser encontradas em http://www.youtube.com/results?search_query=flip+book+&aq=f, selecione os vídeos que melhor se adéquem à proposta).

Pergunte à classe como são produzidas essas animações. Determine um passo a passo com os alunos no quadro:
- Selecionar um tema;
- Pensar em uma história e criar os personagens;
- Produzir uma série de desenhos semelhantes, em que se modifiquem apenas as partes que vão se movimentar;
- Passar os dedos sobre esses desenhos de modo a soltar as folhas e dar a ideia de movimento.

Proponha, então, que cada aluno crie sua própria animação. Para tanto, disponibilize os materiais nas mesas de trabalho e entregue um bloco de notas para cada um. Os blocos podem ser comprados ou feitos pelos alunos usando folhas de sulfite e espiral ou furador de papel e barbante.

Oriente os alunos a começar o trabalho pelo planejamento. Eles devem definir uma sequência de ações curtas, que contenham uma breve história com início, meio e fim. Feito isso, peça que criem pequenos esboços dos personagens. Oriente os alunos a evitar os "bonecos palito" e a buscar criações mais interessantes.

Em seguida, proponha que comecem a sequência de desenhos. Lembre a classe de que a ação deve ocorrer na metade direita das páginas para que seja mais fácil visualizá-la. Criado o primeiro desenho, é importante usá-lo como referência para o seguinte. O ideal é sobrepor as imagens e copiar as partes que interessam, modificando o que for necessário. Alerte os alunos para evitarem deslocar a imagem se não houver movimento real.

Depois que a sequência de ações estiver preparada, sugira que incrementem as animações acrescentando cenários de fundo, cores e detalhes nos personagens.

3ª etapa 

Para esta aula, disponibilize algumas câmeras fotográficas. Os estudantes podem, por exemplo, usar as câmeras dos telefones celulares. Proponha que os alunos apresentem seus flip books e faça uma votação na classe para escolher os três melhores.

Explique à turma que a ideia é transformar os flip books em pequenos filmes animados. Para tanto, os estudantes devem tirar um foto de cada desenho. A animação pode ser vista no próprio visor da máquina, passando rapidamente de uma foto para outra, ou em um visualizador de imagens do computador - neste caso é necessário primeiro carregar todas as imagens.

Se a classe quiser ir além, é possível utilizar os programas de criação de filme disponíveis no computador - como o Windows Movie Maker - e produzir uma animação mais elaborada. Por meio do programa é possível montar um filme com as imagens em sequência, criando a sensação de movimento, e incluir trilha sonora e efeitos especiais.

Avaliação 

Ao longo das três aulas, atente para o envolvimento dos alunos com a atividade. Observe se entenderam como são produzidos os filmes de animação e se conseguiram transpor esse conhecimento para a atividade prática.

Créditos:
Carlos Arouca
Formação:
professor de Arte da Escola de Vila e da Escola Vera Cruz, em São Paulo, e vencedor do Prêmio Victor Civita - Educador Nota 10 de 2005.
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.