Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Círculos de leitura

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 
  • Ampliar o repertório literário;
  • Interagir com o livro de maneira prazerosa, reconhecendo-o como uma fonte de múltiplas informações e entretenimento;
  • Compartilhar experiências leitoras;
  • Estabelecer relações com outros livros, outras épocas/lugares e autores diferentes.
  • Confrontar interpretações e saber articular argumentos que sustentem seu ponto de vista;
  • Engajar-se em discussões sobre leituras realizadas, levando em conta o ponto de vista dos colegas e usando as questões trazidas por eles para rever suas próprias ideias e impressões.
Conteúdo(s) 
  • Valorizar a leitura como uma fonte de prazer e entretenimento.
  • Interesse por compartilhar opiniões, ideias e preferências acerca dos livros lidos.
  • Desenvolver estratégias de argumentação para defender ideias e pontos de vista sobre os livros lidos.
  • Desenvolver procedimentos do leitor, como estabelecer relações entre o livro que se está lendo e outros livros conhecidos ou acontecimentos vividos, selecionar passagens preferidas, pensar em outros desfechos possíveis, levantar hipóteses para explicar a motivação por traz de atos dos personagens etc.
Ano(s) 
Tempo estimado 
1 mês
Material necessário 
  • Diversos títulos de livros, cada um com vários exemplares
  • Cartolina
Desenvolvimento 
1ª etapa 

Introdução

A proposta dos círculos de leitura é criar momentos no cotidiano escolar em que todos param para ler e depois comentam a leitura com os colegas que leram o mesmo livro e posteriormente com toda a sala. Essa proposta, apresentada por Harvey Daniels, um especialista norte-americano em formação de leitores, se estrutura da seguinte forma:

  1. Os alunos escolhem o que irão ler.
  2. Pequenos grupos temporários são formados de acordo com a escolha do livro que cada aluno fez.
  3. Diferentes grupos leem diferentes livros.
  4. Os grupos se reúnem de forma regular e pré-planejada para discutir as leituras que estão realizando.
  5. As crianças escrevem ou desenham notas para guiar tanto a leitura como a discussão.
  6. Os tópicos da discussão são levantados pelos próprios alunos.
  7. Os encontros do grupo devem funcionar como reais conversas entre leitores, portanto, apresentação de pontos de vista pessoais, questionamento sobre pontos da história que permitem várias interpretações e digressões são práticas bem vindas.
  8. O professor funciona como facilitador, e não como instrutor.
  9. A avaliação é feita da observação do professor e da autoavaliação realizada pelos alunos.
  10. O prazer de ler e compartilhar impressões sobre livros deve dar o tom dos encontros.
  11. Quando a leitura do livro lido pelo grupo acaba, as crianças compartilham com toda a sala os pontos altos dessa leitura e, com isso, novos grupos são formados.

Cada círculo de leitura leva em torno de um mês para ser realizado, o ideal é que o trabalho se repita algumas vezes para que cada criança tenha a oportunidade de explorar a leitura de alguns títulos no contexto privilegiado que o círculo de leitura proporciona.

Apresentação da ideia de trabalhar com círculos de leitura, trazendo crianças ou adultos leitores para dar um depoimento sobre seus livros preferidos.
2ª etapa 
Providencie uma ampla gama de bons livros e convide as crianças a escolher um livro que desejam ler. Com base nessas escolhas, forme grupos de quatro ou cinco crianças que queiram ler o mesmo título. Isso levará alguns minutos de negociação.
3ª etapa 

Discuta coletivamente o que as crianças acham que vale a pena anotar , retomando o depoimento do leitor que elas tiveram a oportunidade de ouvir, registrar as ideias das crianças e, se necessário, chamar a atenção para outras possibilidades (sentimentos, relações, palavras sobre as quais se tem dúvida, trechos que se deseja guardar, questionamentos, comentários, relações entre a história e a vida delas; perguntas que vierem à mente; como imaginam determinada cena; técnicas do autor, boas ideias ao longo da escrita; palavras interessantes etc.).

4ª etapa 

Peça que o grupo combine a leitura do trecho inicial (que possa ser lido em 20 ou 30 minutos).

5ª etapa 

Quando todos terminarem a leitura e fizerem suas anotações, convide os grupos a conversar sobre o que leram, compartilhando suas anotações (por dez a 15 minutos).

6ª etapa 

Durante as conversações, visite cada um dos grupos, como um observador. Anote exemplos e comentários para compartilhar na discussão geral.

7ª etapa 

Terminado esse momento de troca intergrupos, organize a sala num grupo só e fale sobre os livros. Peça que cada grupo dê um exemplo, conte algo interessante que foi compartilhado durante a conversa após a leitura. Depois reflita com as crianças sobre o processo de conversar a respeito da leitura, listando os procedimentos que ajudaram a discussão. Organize essas informações num cartaz.

8ª etapa 

Peça que os grupos decidam por um novo trecho do grupo para o próximo encontro.

Avaliação 

Para avaliar se o trabalho com o projeto está cumprindo seus objetivos de aprendizagem, observe se as crianças:

  • Demonstram interesse em participar dos círculos de leitura.
  • Compartilham suas anotações sobre o livro que estão lendo, sabendo que é possível falar dos sentimentos que a leitura despertou, das relações que estabeleceram com outros livros e outras situações, perguntar sobre palavras sobre as quais se tem dúvida, mostrar trechos preferidos, levantar questões sobre a história, fazer comentários sobre as ações dos personagens, contar como imaginam determinada cena etc.

Acompanhe os grupos (círculos de leitura), anotando questões para discutir no coletivo a fim de ampliar o rol de procedimentos e relações que as crianças põem em ação durante a leitura.

Flexibilização 
  • Peça ao AEE que providencie títulos em braile e áudio.
  • Marque sempre o início dessa atividade com um som (o toque de um sino, por exemplo) para ritualizar e facilitar a antecipação do aluno.
  • O aluno, conforme seu domínio do braile, pode ler apenas o título dos livros em braile e escolher um para ouvir, utilizando fone de ouvido e fazendo parte de um grupo.
  • Organize o espaço da atividade, peça que um colega o conduza até lá e explique, individualmente, o que será feito nessa atividade.
  • Organize um grupo que favoreça sua participação oral. Para que ele perceba qual colega do grupo está falando e tenha sua vez de participar, dê-lhe um objeto que simbolize um microfone, aquele que estiver falando o utiliza e eles vão lhe avisando quem está com o microfone.
  • Peça ao aluno que conte para a classe o enredo ou outras características da história em áudio. Isso pode provocar uma interessante comparação entre um mesmo livro em duas linguagens.
Deficiências 
Visual
Créditos:
Projeto Entorno
Formação:
Fundação Victor Civita
Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.