Aqui você pode pesquisar e adaptar planos já existentes

 


Charles Darwin e a evolução

Publicado por 
novaescola
Objetivo(s) 

Estudar as teorias evolutivas, enfatizando o Darwinismo e, posteriormente, o Neodarwinismo.

Conteúdo(s) 

Genética e evolução.

 

Ano(s) 
Tempo estimado 
2 aulas
Material necessário 

Este plano de aula está ligado à seguinte reportagem de VEJA:

  • Macacos nos mordam - 24/08/2011;
  • um computador com datashow ou televisão para assistir ao filme "Charles Darwin e a árvore da vida" (disponível aqui), sobre a evolução das espécies.
Desenvolvimento 
1ª etapa 

Introdução

A reportagem "Macacos nos mordam", publicada em Veja, fala sobre a estreia de "Planeta dos Macacos - A Origem" nos cinemas brasileiros. O filme nos instiga a pesquisarmos as teorias sobre a evolução humana, já que o aspecto antropomórfico do macaco, que é o personagem protagonista, nos faz pensar na seguinte questão: a espécie humana surgiu como uma evolução dos macacos? A reportagem remete ao evolucionismo e suas teorias - dentre elas, a mais bem aceita cientificamente até hoje, o Darwinismo e, posteriormente o Neodarwinismo. Desse modo, a reportagem torna-se um bom ponto de partida para propor um debate em sala sobre a teoria de Charles Darwin (1809-1882). Discuta com a turma quais foram as principais constatações de Darwin e que sustentam a Teoria da Evolução. Na opinião dos alunos, essa teoria faz sentido?

 

Conte aos alunos que as próximas duas aulas serão dedicadas a estudar as teorias sobre a origem das espécies. Comece a aula lendo a reportagem da revista Veja, "Macacos nos mordam" com os alunos. Com base na leitura, converse com os estudantes sobre o conceito de evolução. Pergunte se eles sabem ou têm alguma ideia do que significa esse termo. Explique que a evolução é um processo que implica a ocorrência de transformações nos seres vivos ao longo do tempo, e que essas mudanças, possivelmente, poderiam originar novas espécies. Em seguida, convide a turma para assistir a um filme sobre a evolução produzido pela BBC de Londres, "Charles Darwin e a árvore da vida" (disponível neste link).

 

Após assistirem ao filme proponha uma discussão com a turma acerca da teoria de Charles Darwin. Esclareça para os alunos que o darwinismo é cientificamente aceito, e que a partir dele continuam sendo feitas pesquisas sobre a evolução das espécies. Conte, também, que atualmente fala-se na chamada Teoria Sintética da Evolução ou Neodarwinismo, que propõe conceitos modernos da genética associados às ideias de Darwin a respeito da Seleção Natural (o processo de evolução proposto por Darwin, em que as características favoráveis para a vida de um organismo no ambiente são hereditárias e aparecem mais facilmente em novas gerações desse mesmo organismo, enquanto que as características desfavoráveis tendem a desaparecer com o passar do tempo).

 

As descobertas de Charles Darwin não foram apenas revolucionárias para a sua época, mas também polêmicas, pois contrariavam ideias tidas como absolutas. Uma delas era a de que as espécies eram imutáveis. Conte para a turma que uma das principais contribuições de Darwin foi ver o mundo vivo como mutável e não estático. Darwin propôs que os organismos vivos estavam em constante concorrência e, por isso, somente aqueles que estivessem melhores adaptados às condições impostas pelo ambiente, poderiam sobreviver.

 

Retome a reportagem de Veja e explique que Darwin afirmou que o homem e o macaco possuem a mesma ascendência. Reserve alguns minutos para discutir com a turma se eles acreditam ou não que surgimos dos macacos. Com base nas afirmações dos alunos, esclareça que o fato de Darwin propor a ideia de uma ascendência comum para os membros de uma mesma espécie, não significa, conforme muitos afirmam erroneamente, que Darwin supôs que o homem é um descendente do macaco, já que para ele a espécie humana e os macacos são, na verdade, ramificações diferenciadas da mesma espécie. Para exemplificar, mostre aos alunos a animação "A árvore da vida", disponível neste link: http://abr.io/darwin2.

 

Após o debate, proponha que os alunos pesquisem em casa (em livros ou na internet) e em três grupos, informações sobre as seguintes teorias evolutivas: Lamarckismo, Darwinismo e Neodarwinismo - que serão apresentadas e discutidas na próxima aula.

2ª etapa 

Árvore da vida. Infografia: Nelson Provazi

Clique na imagem para ver o infográfico ou aqui para baixar o arquivo PDF

 

Comece esta aula retomando os principais conteúdos vistos no filme exibido na aula anterior. Tire as possíveis dúvidas que a turma possa ter e converse sobre o que eles entenderam sobre o filme e a teoria de Darwin.


Em seguida, dê início à apresentação dos grupos que realizaram pesquisas sobre as diferentes teorias evolucionistas existentes. Durante as apresentações, monte uma tabela (veja o exemplo abaixo) no quadro negro e anote os principais pontos levantados pela turma sobre o Darwinismo, o Lamarckismo e o Neodarwinismo.

 

Teoria
Breve resumo
Autor
Lamarckismo

Leio do uso e do desuso: o uso de determinadas partes do corpo faz com que estas se desenvolvam mais, e o desuso leva ao seu atrofiamento.

Lei da transmissão dos caracteres adquiridos: mudanças em determinadas partes do corpo, determinadas pelo uso e desuso, são transmitidas para os descendentes.

Jean-Baptiste Lamarck (1744 - 1829)
Darwinismo Teoria da seleção natural: os organismos mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobreviver do que os menos adaptados. Charles Darwin (1809- 1882)
Neodarwinismo Foram incorporadas à teoria de Darwin, noções atuais de genética. Formulada por vários pesquisadores

 

Ao final das apresentações e com base na tabela, compare as diferentes teorias com a turma e conduza a discussão para que todos percebam que a teoria que melhor explica o processo evolutivo é a criada por Charles Darwin e mais recentemente aprimorada pelo Neodarwinismo.

 

Conte para a moçada que, apesar da "Lei do uso e desuso" proposta por Lamarck não ser cientificamente aceita nos dias de hoje, esse pesquisador foi de grande importância para a elaboração de teorias evolutivas, pois abriu caminho para outros cientistas.

 

Com relação à teoria de Darwin, que afirma que os seres mais adaptados sobrevivem por meio do princípio de seleção natural, lembre-se de ressaltar que não é o ambiente que causa a modificação no indivíduo, e sim que os indivíduos, por uma mudança ou mutação, conseguem sobreviver melhor a condições ambientais adversas e formar descendentes, passando adiante seus genes.

 

Como exemplo, cite a resistência bacteriana a antibióticos, explicando que na maioria das vezes não é o antibiótico que deixa a bactéria resistente, mas que, dentre as bactérias, já existiam algumas que possuíam uma mutação que as tornavam resistentes ao medicamento. Sendo assim, as bactérias não possuem a mutação morrem e as que possuem sobrevivem e podem se reproduzir passando para suas descendentes a informação genética que as deixa resistentes àquele antibiótico.

 

Ao final da aula, solicite que os alunos escrevam um texto de divulgação científica sobre as diferentes teorias evolutivas estudadas. Peça que eles citem exemplos que comprovem ou exemplifiquem a evolução das espécies.

Avaliação 

Observe o interesse e a participação dos alunos nas atividades propostas. Leve em conta, ainda, a apresentação dos resultados da pesquisa e os textos de divulgação científica. É esperado que os alunos compreendam as principais diferenças entre as teorias evolucionistas e saibam falar a respeito do Darwinismo e do Neodarwinismo.

Autor Nova Escola

COMPARTILHAR

Alguma dúvida? Clique aqui.